( o maior difusor da auto-hemoterapia)

Nascido em 04 de maio de 1925, no bairro de botafogo na cidade do Rio de Janeiro, Dr. Luiz Moura estudou na faculdade nacional de medicina da UFRJ, quando a universidade ainda ficava na praia vermelha, mesmo lugar em que o seu pai se formara também em medicina nos idos de 1918. Médico clínico geral, Dr Luiz Moura foi vice-diretor do hospital Cardoso Fontes de Bom Sucesso, dois dos maiores hospitais do Rio de Janeiro. Presidente do INPS, na época em que este englobava o INAMPS, diretor da DIMED, órgão de fiscalização que deu lugar a ANVISA, diretor de medicina social do estado do Rio de Janeiro, fundador da C.E.M.E (central de medicamentos), o que o inseriu na lista negra da industria farmacêutica. Se o Dr. José Serra é o pai dos genéricos, o Dr Luiz Moura é o avô …

Aposentou-se como coordenador administrativo médico do estado do rio de janeiro. Com 82 anos, dirige seu Fiat, de visconde de Mauá até o Rio de Janeiro (3 horas de viagem) duas vezes por mês, para atender a seus pacientes a preços irrisórios, por amor a medicina. O Brasil e a saúde pública devem muito a este grande homem, que, do alto de seus 58 anos de exercício da medicina, sempre ancorado no juramento hipocrático, teve a coragem de enfrentar interesses poderosos e escusos, ao divulgar a auto-hemoterapia, retirando do ostracismo essa técnica que foi esquecida por força da ganância dos que enriquecem as custas das nossas doenças. Sua entrevista é distribuída em DVD e está disponível na internet gratuitamente. O seu ato altruísta em divulgar a Auto-Hemoterapia publicamente, lhe causou grande sacrifício pessoal. Não por acaso o Dr Luiz Moura é considerado persona non grata pelos laboratórios farmacêuticos, e atualmente pela ANVISA e o Conselho Federal de Medicina.

(CHEGA A SER UMA VERGONHA NACIONAL)

http://www.youtube.com/watch?v=H5Du3_O6pho